• Início
  • Blog
  • Conheça os prazos do Engineering Review (RFS2)

Conheça os prazos do Engineering Review (RFS2)

Você sabia que todos os produtores de combustível renovável são obrigados a apresentar o relatório Engineering Review (ER) elaborado por terceira parte independente no momento do registro, um relatório ER atualizado até 31 de janeiro a cada três anos a partir de então ou ER atualizado quando ocorrerem alterações nas informações de produção de combustível na instalação para fornecer combustível para o mercado americano?

Quem deve fazer a ER até janeiro de 2022?

As produtoras que se cadastraram ou submeteram seu último ER em 2019, devem submeter o novo ER, pois o prazo de envio do documento atualizado termina em janeiro de 2022.

Venha fazer sua renovação conosco! A Green Domus (GD) fornece os serviços de análise e verificação de engenharia de instalações de produção de combustível renovável conforme o título 40 CFR parte 80 do RFS.

A contratação da GD para realizar sua revisão de engenharia garante um resultado profissional e que resume de maneira clara seu processo de produção dentro das exigências da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA).

  Você conhece as diferenças entre RFS e RFS2?

O primeiro programa americano para combustíveis renováveis, o Renewable Fuel Standard, apelidado de “RFS1” foi criado sob a Energy Policy Act (2005) e incluiu pequenas metas para a mistura de etanol na gasolina. Em 2010, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) divulgou importantes revisões do programa. A nova regra, apelidada de “RFS2”, contemplou a alterações exigidas pelo Energy Independence and Security Act (EISA, 2007).

Dentre as principais evoluções estão:

  • incorporação da análise do ciclo de vida (LCA) como uma ferramenta para regular os combustíveis; e,
  • avaliação das emissões de gases de efeito estufa (GEE) da mudança indireta do uso da terra (ILUC) na estrutura do LCA.

O RFS2 classifica os combustíveis renováveis de acordo com quatro categorias não exclusivas, e com base nos limites de redução de GEE e tipos de matéria-prima, assim como define os requisitos de volume para cada um. As categorias são:

  • Combustíveis renováveis - redução mínima de 20% de GEE;
  • Biocombustíveis avançados - redução mínima de 50% de GEE e não podem ser produzidos a partir de amido de milho;
  • Diesel baseado em biomassa - redução mínima de 50% de GEE; e,
  • Biocombustível celulósico - redução mínima de 60% de GEE, deve ser produzido a partir de matérias-primas celulósicas.

A RFS2, que corresponde à normativa 40 CFR Subpart M - Renewable Fuel Standard do Code of Federal Regulations (CFR), é uma regulamentação dinâmica e passa periodicamente por revisões, sendo a última realizada em abril/2021.

Para mais informações sobre o RFS e a Revisão de Engenharia entre em contato com nossa equipe especializada!

Contate-nos

  • ENDEREÇO
  • Av. Sagitário, 138 – Alpha Offices, bloco 1 – conjunto 401 - Alphaville
  • CEP 06473-073
  • Barueri/SP

Olá, fale com a Greendomus por WhatsApp.

Fale pelo WhatsApp
Close and go back to page